O teu amor vale a pena


Sabe, eu vejo você chorando e sofrendo com o coração em frangalhos e a alma despedaçada em busca de um grande amor.


Essa busca te consome tanto, e de forma tão intensa, que você nem ao menos consegue enxergar o amor que queima dentro do seu peito. O amor que não precisa de outra pessoa para amar, para caminhar ou para completar porque você já ama, completa e caminha por si só.


Não estou dizendo que o amor do outro não faz falta, entenda isso.


Mas estou dizendo que o seu amor é o mais importante. O seu amor por aquela pessoa que te olha todos os dias no espelho, que batalha, que ri e que chora. Esse amor que tem ai dentro do seu peito, precisa ser seu antes de poder ser de qualquer outra pessoa. Se não for assim, não vale a pena.


Para alguém merecer estar ao seu lado, precisa lutar suas batalhas com você, enxugar suas lágrimas e rir o seu riso. Tem que ser leal, justo e fiel - e não tô falando da fidelidade carnal apenas - tem que valorizar tudo que você é capaz de fazer e te colocar na linha quando você errar. E, quando isso acontecer - porque você sempre erra, afinal é humana - essa pessoa não vai deixar de te amar ou usar isso contra você.


Precisa respeitar tua religião, tua fé e teu axé, mesmo que não siga o mesmo caminho que você. Tem que tratar seus pais muito bem, pois você é fruto deles. E, de novo, se não for assim não vale a pena.


Não vale a pena porque você não vai saber exatamente o seu valor e pode acabar se deixando aprisionar, calar e modificar por pessoas que não entendem quem você é. E ai, quando se olhar no espelho de novo, não vai mais se reconhecer, não vai mais sorrir e não vai mais amar.


Vai parar e se perguntar se tudo que passou valeu mesmo a pena e, muitas vezes, vai sofrer em silêncio sabendo da resposta.


Texto - Simone Freire (talvez acompanhada por alguém)

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo